Um toque especial na mesmice

Achei super interessante essa matéria: Críticos gastronômicos provam McDonald´s sem saber e aprovam comida.

Um amigo me encaminhou, ou melhor, somente marcou meu nome na minha página do Facebook. Entendi mais ou menos assim: Bruna Menegassi, olha isso, quero sua opinião. Bem, não sei se entendi direito, mas aqui vai.

Recomendação 8O título da matéria já é sugestivo e induz a uma crítica aos defensores do não consumo de fast-food, se assim podemos dizer. Uma das coisas que me vem à cabeça quando penso em fast-food, mais propriamente na dupla hambúrguer e batata frita, é a forma como esses dois produtos são consumidos. Em geral, se devora um hambúrguer em algumas bocadas e depois se parte para acabar com as batatas fritas buscando-se até o infinitésimo grão de sal do pacote. Não há prazer em comer dessa forma. Primeiro que, quando pensamos em comida, sempre pensamos e desejamos comida de verdade, aquela comidinha da mãe, da vó, ou aquela feita por nós mesmos, mas quando comemos fast-food, nos sabotamos ingerindo substâncias que mimetizam alimentos , substâncias hiperpalatáveis que fingem nos dar prazer em comê-las. A forma como comemos, agressivamente o hambúrguer, e ansiosamente as batatas-fritas, não nos permite o contato necessário com o nosso alimento para satisfazermos nossas necessidades emocionais e psicológicas que devem estar presentes além das fisiológicas no ato de comer. Tudo é muito rápido, não há necessidade em se mastigar devagar o lanche para desvendar seus sabores, pois já se sabe que ele tem o mesmo sabor há décadas, já se sabe todos os seus ingredientes e se espera por isso (dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, cebola e picles no pão com gergelim). Inclusive é o que se espera de um lanche de uma rede de fast food aqui no Brasil ou lá na Nova Zelândia – a mesmice.

O fato de mudarem a forma de apresentação do famoso lanche muda alguns aspectos do paladar. Foi como um toque especial na mesmice! Primeiramente, ao se apresentar uma preparação nova a alguém (seja quem for, com o paladar mais apurado ou não), não se sabe o que virá pela frente: imaginam-se os sabores, os temperos, as ervas utilizadas e isso traz sim uma abertura maior ao paladar que busca experimentar o novo. Nesse sentido, justifica-se a aceitação do famoso lanche, sob uma outra forma de apresentação. Quanto ao sabor, todos os ingredientes usados na sua elaboração são hiperpalatáveis, característica dos produtos ultraprocessados (como os fast-food) e eles são feitos para agradar a todos os paladares pois contêm grandes quantidades de realçadores de sabor, entre eles o glutamato monossódico. Ainda, a forma de apresentação do lanche em canapés estimula e reforça o contexto do “como comemos” e isso mostra muito a nosso respeito, a nossa personalidade, a nossa visão de mundo, a nossa agressividade. Quanto a esse último aspecto, só PERLS1 explica!!

Se por um azar do destino eu só tiver uma opção rápida de comer, vou rezar para que eu tenha um prato, um garfo e uma faca em mãos para transformar o meu lanche em canapés, saboreá-lo e comemorar meu toque especial na mesmice! E vou rezar também para que eu nunca mais tenha esse azar!

Imagem 310

Bruna Menegassi

 

Referência bibliográfica:

PERLS, Frederick S. Ego, fome e agressão. Uma revisão da teoria e do método de Freud. São Paulo: Summus, 2002.

Fonte:

http://www.brasilpost.com.br/2014/10/23/criticos-gastronomicos-mcdonalds_n_6037904.html

Você pode gostar também ...

1 Response

  1. Josiane disse:

    Adorei e adoro seus textos professora. Verdadeira nutricionista em busca da disseminação de bons hábitos e de retorno aos velhos e bons costumes. Agradeço pela oportunidade de receber um pouco de seu colossal conhecimento e o exemplo de busca de um mundo melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Get Widget